Igreja Paroquial de Albufeira / Igreja de Nossa Senhora da Conceição

IPA.00005672
Portugal, Faro, Albufeira, Albufeira e Olhos de Água
 
Arquitectura religiosa, barroca, neoclássica. Igreja paroquial de planta longitudinal composta por nave única com duas torres adossadas e capela-mor ladeada pelps volumes da sacristia e duas capelas.
Número IPA Antigo: PT050801010005
 
Registo visualizado 707 vezes desde 27 Julho de 2011
 
   
   

Registo

 
Edifício e estrutura  Edifício  Religioso  Templo  Igreja paroquial  

Descrição

Planta longitudinal composta por nave única à qual se adossam lateralmente duas torres, capela-mor ladeada por dois volumes (sacristia encimada por pequena habitação) e capelas (Penitencial e do Santíssimo). Volumes escalonados com cobertura diferenciada em telhado de duas águas (nave, capela-mor, capelas e serviços anexos) e de três águas (torres). Fachada principal a E. com três corpos delimitados por cunhais, os exteriores correspondentes às torres (incluem capela baptismal e acesso ao coro-alto); de dois registos, rasgadas por três frestas quadradas; corpo central de um pano delimitado por cunhais, rematados por cornija e encimados de urnas e fogaréus; cimalha e soco em pedra; dois registos definidos por friso em pedra, rematados por frontão triangular com cruz central, apoiada sobre urna com embasamento em volutas; no primeiro registo portal central em cantaria de verga curva arquitravada com cruz de Avis, encimada por entablamento com concheados; segundo registo com três vãos de verga curva. Fachada S. com cinco volumes de um só pano, o primeiro constituído pela torre, limitado por cunhais e soco em pedra, cornija com beirado; o segundo limitado por soco e cornija com beirado, rasgado por dois vãos de verga recta; terceiro limitado por pilastras e cornija com beirado com dois pisos rasgados por cinco vãos de verga recta em cantaria, dois no primeiro e três no segundo; quarto volume igualmente limitado por pilastras e cornija com beirado, com dois pisos rasgados por cinco vãos, três no primeiro e dois no segundo de verga recta em cantaria. Fachada N. idêntica, exceptuando-se no anexo da capela, que forma apenas um volume único, e no volume de um só piso adossado ao corpo da nave. Na fachada O., torre sineira delimitada por cunhais (dois em massa e dois em cantaria), rasgada por quatro frestas de verga curva encimadas por urnas com fogaréus, domo no último andar, e dois óculos; volume de dois pisos delimitado por um cunhal em massa, soco e cornija com beirado, rasgado por quatro vãos de verga recta em cantaria. INTERIOR: nave única com abóbada de berço sobre sanca envolvente; coro-alto no vão entre as torres assente sobre três arcos, sendo o do meio abatido formando três abóbadas ogivais; balaustrada em madeira, sobre a qual se destaca o guarda-vento. Parede do lado do Evangelho com um pano de dois registos, sendo o primeiro preenchido por baptistério sob torre, um altar de arco em cantaria de verga recta; uma capela de São Luís com retábulo em talha marmoreada e com arco em cantaria de volta perfeita; um púlpito sobre porta de acesso; um altar do sagrado Coração de Jesus com retábulo em talha marmoreado e arco em volta perfeita de cantaria; segundo registo rasgado por três vãos de verga recta em cantaria dois sobre as capelas laterais e um de acesso ao coro. Na parede do lado da Epístola o baptistério e escadas de acesso ao coro; a primeira capela dedicada às Santas Almas, segunda capela de Nossa Senhora de Fátima; o último vão dá acesso às capelas laterais. Capela do Santíssimo com cobertura de abóbada ogival, com pinturas, assente sobre cornija, altar com sacrário em talha dourada e pia de água benta e a penitencial em construção. Capela-mor delimitada por arco triunfal de volta perfeita em cantaria rematada por coroa, com abóbada assente sobre cornija; paredes laterais com um pano limitado por pilastras, soco em pedra; dois registos sendo o primeiro rasgado por vãos de verga recta em cantaria o do lado do Evangelho comunicando com a sacristia; abóbada assente sobre cornija, com arcaz e figura do Menino Jesus em talha e o segundo por vão entaipado de verga curva com entablamento em cantaria, parede do altar com três panos, dois registos nas laterais e um registo apenas no central encimado por empena com pintura do Espírito Santo; tela central da autoria de Samora Barros e figura de Nossa Senhora da Conceição em talha, com 2,40m de altura; os registos dos panos laterais são simétricos e apresentam um nicho com imagem apoiado sobre mísula, encimadas por simulações pintadas de nichos com imagens.

Acessos

Rua da Igreja Nova

Protecção

Enquadramento

Urbano, meia encosta, isolado. Implanta-se num adro calcetado abrindo a E. para miradouro, sobre rua que passa a nível inferior. Fachada S. confinando com escadaria pública.

Descrição Complementar

Utilização Inicial

Religiosa: igreja paroquial

Utilização Actual

Religiosa: igreja paroquial

Propriedade

Privada: Igreja Católica (Diocese do Algarve)

Afectação

Sem afectação

Época Construção

Séc. 18 / 19

Arquitecto / Construtor / Autor

Desconhecido.

Cronologia

1782 - início da construção; 1869 - construção da torre sineira.

Dados Técnicos

Paredes autoportantes

Materiais

Reboco pintado; pavimentos em tijoleira industrial, lajetas de pedra e em granito cinzento polido e granito preto.

Bibliografia

ADELAIDE, Amado, Roteiros Histórico Monumentais da Cidade de Albufeira, Albufeira, 1998; JOSÉ ROSA, Simão (Padre), Igreja Matriz de Albufeira,RTA, s.d.; LAMEIRA, Francisco Ildefonso C., Inventário Artístico do Algarve - A Talha e a Imaginária I - Concelho de Albufeira, vol.1, Faro, 1987.

Documentação Gráfica

Documentação Fotográfica

IHRU: DGEMN/DSID

Documentação Administrativa

IHRU: DGEMN/DSARH

Intervenção Realizada

1965 - obras de beneficiação na igreja; séc. 20, década de 90 - obras de consolidação; PROPRIETÁRIO: 1995 - pavimento novo; pintura paredes do altar-mor de branco.

Observações

Autor e Data

Francisco Lameira 1998

Actualização

 
 
 
Termos e Condições de Utilização dos Conteúdos SIPA
 
 
Registo| Login