Palacete do Tenente João de Carvalho / Círculo Cultural do Algarve

IPA.00004546
Portugal, Faro, Faro, União das freguesias de Faro (Sé e São Pedro)
 
Arquitectura residencial, neoclássica. Palacete neoclássico, de planta longitudinal, dois pisos, longa fachada rectilínea, com guardas de ferro forjado nos balcões das janelas de sacada arquitravadas com frontão triangular.
Número IPA Antigo: PT050805040086
 
Registo visualizado 109 vezes desde 27 Julho de 2011
 
   
   

Registo

 
Edifício e estrutura  Edifício  Residencial unifamiliar  Casa    

Descrição

Planta longitudinal, massas dispostas na horizontal em dois pisos, cobertura diferenciada em telhados de quatro águas com beirado. Fachadas delimitadas por cunhais, socos, friso divisório dos pisos e cimalha em massa. Vãos emoldurados em cantaria de verga recta, correspondendo a portas e janelas de peito no piso térreo e janelas de sacada arquitravadas com frontão triangular e guardas de ferro forjado nos balcões do andar nobre. Frontispício voltado a E. com dez vãos no piso térreo e oito no andar nobre. Fachada lateral com cinco vãos por piso, havendo somente no andar nobre duas janelas de sacada iguais às anteriores. A entrada principal não está no eixo do edifício, sendo marcada pela dinamização da planta do balcão do andar nobre, cujo acesso se faz por escadaria desalinhada e sem dignidade.

Acessos

Rua Conselheiro Bivar, nº 75 - 99 e Travessa da Alfândega, nº 17

Protecção

Inexistente

Enquadramento

Urbano, adossado, no centro Histórico (v. PT050805050140), no gaveto de um quarteirão da zona Ribeirinha, com duas fachadas para a via pública.

Descrição Complementar

Utilização Inicial

Residencial: casa

Utilização Actual

Cultural e recreativa: edifício multiusos

Propriedade

Privada

Afectação

Sem afectação

Época Construção

Séc. 19

Arquitecto / Construtor / Autor

Cronologia

Séc. 19, 1º quartel - data provável da construção do edifício sob encomenda do Tenente João de Carvalho; 1833 - instala-se aqui o quartel general e a sede do governo do Duque de Terceira e do então Marquês de Palmela; 1942 - instalação do Círculo Cultural do Algarve; séc. 20, princípios - abertura de novos vãos no piso térreo; 1995, 18 de Agosto - proposta a classificação pela Câmara Municipal de Faro; 2009, 23 outubro - o processo de classificação caduca nos termos do artigo 78.º do Decreto-Lei n.º 309/2009, DR, 1.ª série, n. 206, publicado nesta data.

Dados Técnicos

Paredes autoportantes

Materiais

Estrutura em alvenaria rebocada e caiada; cantaria calcária em molduras; ferragens nas guardas dos balcões; telhas de canudo na cobertura.

Bibliografia

LAMEIRA, Francisco Ildefonso C., Faro-Edificações Notáveis, Faro, 1995; PAULA, Rui M. e PAULA, Frederico, Faro Evolução Urbana e Património, Faro, 1993.

Documentação Gráfica

CMF

Documentação Fotográfica

IHRU: DGEMN/DSID

Documentação Administrativa

Intervenção Realizada

Observações

EM ESTUDO

Autor e Data

Francisco Lameira 1996

Actualização

 
 
 
Termos e Condições de Utilização dos Conteúdos SIPA
 
 
Registo| Login