Ermida de Nossa Senhora da Graça

IPA.00000446
Portugal, Setúbal, Santiago do Cacém, Santo André
 
Arquitectura religiosa, barroca, rococó, popular, vernácula. Pequeno santuário rural de peregrinação, de uma nave antecedida por nártex, totalmente abobadado, construído segundo a tipologia corrente de gosto popular, com uma forte autonomia de volumes funcionais e panos de parede brancos animados apenas por cunhais, socos e moldurações pintadas, no entanto destaca-se um gosto mais erudito na composição dos alçado principal, mais dinâmico e rico de pormenores decorativos, denotando uma vivacidade e elegância compositiva típica do rococó regionalmente implantado. A qualidade arquitectónica geral do conjunto, enriquecido por elementos decorativos de grande qualidade, de que se destacam os azulejos da capela mós e o retábulos, se bem que descaracterizado.
Número IPA Antigo: PT041509070021
 
Registo visualizado 494 vezes desde 27 Julho de 2011
 
   
   

Registo

 
Conjunto arquitetónico  Edifício e estrutura  Religioso  Templo  Igreja de peregrinação  

Descrição

Planta longitudinal escalonada, irregular, composta por nártex, encimado por coro alto, nave e capela-mor mais estreita, a que se adossam à esquerda a sacristia e escadas de acesso ao púlpito e coro alto, no topo a casa do ermitão e à direita a casa dos romeiros. Volumes articulados com cobertura diferenciada em telhado de duas águas para a igreja, casa do ermitão e casa dos romeiros, e de uma água para a sacristia, escadas de acesso ao coro alto. Fachada principal virado a S. com soco pintado a azul, com um só pano definido por cunhais pintados, rematados por beirados encimados por urnas de argamassa, remate superior em empena polilobada, acompanhada por cornija e coroada por cruz; acesso ao nártex por arco ligeiramente abatido, com moldura de chave saliente assente em cornijas, resguardado por gradeamento baixo de ferro forjado e sobrepujado por janelão de verga curva com moldura de cantaria enquadrado por composição de volutas de desenho caligráfico, pintadas a azul. Alçado O. com o corpo da igreja com soco de argamassa pintada e um só pano definido por cunhais e rematado por cornija e beirado, rasgado por arco abatido com moldura de argamassa pintada, volume adossado das escadas, com soco de argamassa pintada e remate assimétrico com meia empena e beirado, sacristia mais saliente com soco de argamassa saliente e remate em beirado com janela de verga curva com moldura de cantaria e grade de ferro forjado, em segundo plano, sobre o corpo da igreja, eleva-se campanário em espadana, de cantaria, com olhal em arco de volta perfeita e remate em empena curva com cornija; na face S. da sacristia abre-se a porta decesso com moldura de cantaria; casa do ermitão recuada, com poial de cantaria aparente, e remate em beirado, com porta e janela, de verga curva e molduras de argamassa pintada, à direita eleva-se chaminé. Fachada N. com poial de alvenaria de pedra aparente, um pano rematado por empena assimétrica rematada por cruz e rasgado por nicho em arco de volta perfeita, à esquerda destaca-se um contraforte. Fachada E. com o corpo da igreja com soco de argamassa pintada e dois panos definidos por cunhais e pilastras, rematados por cornija e beirado, no primeiro pano rasga-se arco abatido com moldura de argamassa pintada, o segundo pano é cego; segue-se a capela-mor rematada por cornija e beirado e rasgada por janela engradada com moldura de cantaria; no segundo pano do corpo da igreja acossa-se a casa do ermitão com fachada virada a S. com soco pintado a azul e remate em beirado, com porta de verga curva e moldura de argamassa pintada; Fachada E. com soco e cunhais pintados e remate em empena; Fachada N. com soco e cunhais pintados, remate em beirado e janela de verga curva com moldura de argamassa pintada; outro volume da casa dos romeiros adossa-se à capela-mor e apresenta remate em beirado sendo rasgado por porta e janela com molduras de argamassa pintadas, à direita eleva-se uma chaminé; segue-se num plano recuado a casa do ermitão com poial de alvenaria de pedra aparente e remate em beirado, rasgado por duas janelas e dois pares de frestas, com molduras de argamassa pintada. INTERIOR: nártex lageado e coberto por abóbada de aresta, paredes laterais rasgadas por arcos abatidos onde se inserem poiais, os cantos são quebrados por poiais colocados a 45º; portal da igreja de verga curva com moldura de cantaria com orelhas, coroado por concha ladeada por grinaldas, enquadrado por janelas engradadas com molduras de cantaria. Nave coberta por abóbada de berço assente em cornija; à direita de quem entra destaca-se pia de água benta de cantaria e no vão da janela uma caixa de esmolas; coro alto resguardado por grade de madeira; lado da Epístola cego; do lado do Evangelho destaca-se o púlpito com bacia de cantaria e caixa de madeira apainelada entalhada, pintada e purpurinada, com porta de verga curva e moldura de cantaria; arco triunfal de volta perfeita com moldura de cantaria de chave saliente assente em pilastras, ladeado por mísulas; capela-mor coberta por abóbada de berço assente em cornija; altar-mor precedido por degrau, com retábulo de talha pintada e purpurinada com mesa de altar com banqueta, camarim em arco polilobado ladeado por colunas que suportam frontão em arco de querena onde se apoiam dois anjos que ladeiam uma estrela; do lado da Epístola o pano de parede é integralmente revestido por painel de azulejos, onde se integra a janela, com figuração da criação do Homem a azul e branco enquadrada por molduras polícromas e falsa porta; do lado do Evangelho segue-se esquema idêntico, sendo aqui a janela falsa e a porta a de acesso à sacristia. Sacristia com cobertura em abóbada de aresta, com nicho em arco de volta perfeita e arcaz na parede N. janela virada a O. e porta de acesso às escadas do púlpito, a S. seguida de porta de saída.

Acessos

IP 8, junto à entrada da Herdade da Badoca

Protecção

Categoria: MIP - Monumento de Interesse Público / ZEP, Portaria n.º 193/2013, DR, 2.ª série, n.º 69, de 09 abril 2013

Enquadramento

Rural, isolado, no meio de um pinhal.

Descrição Complementar

Utilização Inicial

Religiosa: igreja de peregrinação

Utilização Actual

Religiosa: igreja de peregrinação

Propriedade

Privada: Igreja Católica (Diocese de Beja)

Afectação

Sem afectação

Época Construção

Séc. 18

Arquitecto / Construtor / Autor

Desconhecido.

Cronologia

1744 - construção da capela nas imediações de uma estrada real e de uma nascente, cujas águas eram consideradas terapêuticas; 1969 - estragos provocados pelo sismo; 1987, 29 março - proposta de classificação do CEHE de Ferreira do Zêzere; 2008, 20 junho - proposta de abertura do processo de classificação da DRCAlentejo; 17 julho - despacho de abertura da Subdiretora do IGESPAR; 2009, 27 novembro - proposta da DRCAlentejo para a classificação como Imóvel de Interesse Público e fixação de Zona Especial de Proteção da DRCAlentejo; 2010, 11 fevereiro - devolução à DRCAlentejo por despacho do Diretor do IGESPAR para aplicação do Decreto-Lei n.º 309/2009, DR, 1.ª série, n.º 206 de 23-10-2009; 15 março - nova proposta de Zona Especial de Proteção da DRCAlentejo; 2011, 19 dezembro - parecer da SPAA do Conselho Nacional de Cultura a propor a classificação como Monumento de Interesse Público e fixação de Zona Especial de Proteção; 2012, 14 setembro - publicação do projeto de decisão de classificar o imóvel como Monumento de Interesse Público e fixação da respetiva Zona Especial de Proteção, em DR, 2.º série, n.º 179, anúncio n.º 13418/2012.

Dados Técnicos

Sistema estrutural de paredes portantes.

Materiais

Paredes de alvenaria de pedra e cal rebocadas e caiadas, pavimentos de lajes de pedra e tijoleira, abóbadas de tijolo rebocadas e caiadas, telhados de telha de aba e canudo de fabrico industrial, azulejos, retábulo de talha dourada e policromada, portal elementos secundários de cantaria e portas e caixilharias de madeira, graeamentos de ferro forjado.

Bibliografia

SILVA, António de Macedo e, Annaes do Municipio de Santiago de Cacem, Lisboa, 1869.

Documentação Gráfica

IHRU: DGEMN/DSID

Documentação Fotográfica

IHRU: DGEMN/DSID

Documentação Administrativa

Intervenção Realizada

Observações

Autor e Data

Ricardo Pereira 2000

Actualização

 
 
 
Termos e Condições de Utilização dos Conteúdos SIPA
 
 
Registo| Login