Quinta Nova da Conceição / Quinta dos Condes de Bonfim / Quinta do Ottolini

IPA.00004016
Portugal, Lisboa, Lisboa, São Domingos de Benfica
 
Arquitectura residencial, romântica. Quinta de Recreio.
Número IPA Antigo: PT031106390391
 
Registo visualizado 901 vezes desde 27 Julho de 2011
 
   
   

Registo

 
Conjunto arquitetónico  Edifício e estrutura  Residencial unifamiliar  Quinta    

Descrição

Na propriedade, sensivelmente trapezoidal, reconhecem-se 2 conjuntos edificados: a primitiva casa da quinta, de planta rectangular, volumetria paralelepipédica e cobertura efectuada por telhado a 4 águas e 2 chalets geminados, de planta rectangular, volumetria escalonada e cobertura em telhados a 2 e 4 águas. O 1º edifício, desenvolvido em 2 andares e lateralmente delimitado por cunhais de cantaria, apresenta os 4 alçados animados pela abertura a ritmo regular de portas e janelas ao nível do piso térreo e de janelas de peito no 1º andar, ostentando todos os vãos emolduramento simples de cantaria. Os chalets (na actualidade a casa principal da propriedade), desenvolvem-se em 3 andares separados por frisos simples de cantaria, vazados a ritmo regular por janelas de peito rectangulares e porta ao nível do piso térreo. No chalet da direita (O.) reconhece-se, no 1º andar um janelão em arco de volta perfeita guarnecido de vitral. Os edifícios são rematados por platibanda, precedida por friso azulejar monócromo vegetalista, acima da qual se eleva, na parte central, uma trapeira terminada em empena triangular. O alçado posterior (S.), virado ao jardim, apresenta uma maior variedade tipológica de vãos, reconhecendo-se janelas de sacada em arco de volta perfeita, associadas em pares ou em grupos de 3, servidas por uma mesma varanda, guarnecida de grade de ferro forjado. Ao nível do piso térreo várias portas abrem directamente sobre o jardim. INTERIOR: compartimentação servida por áreas de circulação (corredores) e a localização dos principais compartimentos sociais ao nível do piso térreo, enquanto a zona íntima se encontra nos andares superiores. JARDIM: desenvolvido a S. da casa, apresenta as características essenciais de um jardim romântico, sem percursos regulares, pontuado por pequenos tanques, e marcado pela presença de espécies vegetais de alguma antiguidade.

Acessos

Rua Cidade de Rabat, n.º 5

Protecção

Incluído na Zona Especial de Proteção conjunta da Quinta das Campainhas ou Palácio do Beau Sejour (v. IPA.00005597 e IPA.00004042) e do Bairro Grandela (v. IPA.00005969)

Enquadramento

Urbano, destacado, isolado por terreno murado.

Descrição Complementar

Utilização Inicial

Residencial: quinta

Utilização Actual

Comercial e turística: casa de turismo de habitação

Propriedade

Privada: pessoa singular

Afectação

Sem afectação

Época Construção

Séc. 18 / 19 / 20

Arquitecto / Construtor / Autor

Cronologia

Séc. 18, 1ª metade - fundação da quinta por Francisco Fernandez de Araújo e sua esposa D. Vicência Eugénia Travassos, possuindo então uma capela sob a invocação de Nossa Senhora da Conceição (que estará na origem da designação da propriedade) para a qual obtiveram indulgências particulares do papa Bento XIV; 1755 - a casa resiste ao terramoto sem danos significativos; 1990 - início da utilização da casa (que continua na posse dos Travassos Valdez, os quais receberam no séc. 20 o título de condes de Bonfim) como turismo de habitação.

Dados Técnicos

Paredes autoportantes.

Materiais

Alvenaria mista, cantaria de calcário, reboco pintado, ferro forjado, azulejos.

Bibliografia

PROENÇA, Raul, (dir. de), Guia de Portugal, Vol. I, Lisboa, 1924; FERREIRA, Jorge M. Rodrigues, São Domingos de Benfica . Roteiro, Lisboa, 1991; São Domingos de Benfica Tem a Única Casa de Turismo de Habitação de Lisboa, in A Freguesia, Lisboa, Nº 10, 1993; PAIXÃO, Guilherme, Uma Ilha Turística no Centro de Lisboa, in Público, 20.04. 1993; Turismo no Espaço Rural, Lisboa, 1995; www.quintanovaconceicao.com, Junho 2007

Documentação Gráfica

Documentação Fotográfica

IHRU: DGEMN/DSID

Documentação Administrativa

Intervenção Realizada

Observações

A Biblioteca, que foi construída no início do séc.20 pelo último Conde do Bomfim, o avô da actual proprietária é uma sala completamente forrada a madeira e com livros dessa época.

Autor e Data

Teresa Vale e Carlos Gomes 1996

Actualização

Luísa Estadão 2007
 
 
 
Termos e Condições de Utilização dos Conteúdos SIPA
 
 
Registo| Login