Solar em Aldeia de Vilar

IPA.00003717
Portugal, Viseu, Tondela, União das freguesias de Vilar de Besteiros e Mosteiro de Fráguas
 
Casa nobre setecentista, com organização da fachada e capela em plano único, de feição horizontal; acesso principal com escadaria exterior servindo como eixo da composição simétrica, apresentando 2 pisos sendo o superior o mais nobre.
Número IPA Antigo: PT021821250015
 
Registo visualizado 222 vezes desde 27 Julho de 2011
 
   
   

Registo

 
Edifício e estrutura  Edifício  Residencial senhorial  Casa nobre  Casa nobre  Tipo planta quadrangular

Descrição

Planta longitudinal, composta, irregular, volumes articulados, disposição horizontal das massas, coberturas diferenciadas de telhado de 4 águas. Fachada principal e corpo da capela 2 pisos; escadaria monumental, com balaustres, de 3 lanços. 1º piso: 3 portas de acesso, a do centro sob o último patamar e escadaria principal, suportado por 2 arcos; 4 janelões de arco abatido, gradeado. 2º registo: porta de acesso ao piso nobre, encimado por frontão curvo em forma de arco canopial, ladeado por 3 janelões, de cada lado, de arco abatido; platibanda curva no coroamento do frontão; pináculos. Capela adossada por pilastra. Portal de frontão curvo interrompido, encimado por grande janelão de arco abatido. Brasão armoriado; frontão curvo encimado por cruz; pináculos. Em plano mais recuado, portão de acesso à propriedade. Alçado 2: corpo lateral da capela em plano mais recuado, com janelão de arco abatido; platibanda e pináculos; portão lateral de acesso à quinta; muro; fenestrações rectangulares de reduzidas dimensões; janelas, óculo quadrilobado, chaminé. Capela de nave única, coro-alto, cobertura em abóbada de berço. Fachada 3: 2 arcos abatidos suportam varanda com vestígios de balaustres, que percorre todo o alçado da fachada principal e seguinte apresentando no 2º piso portas e janelas. 1º piso compreende currais e salas de arrumos. Escada de 2 arranques formando patamar de acesso à varanda. No 2º piso janelas e portas. Alçado 4, lateral direito, de 2 pisos. 1º com 2 janelões gradeados de arco abatido ladeiam 2 arcos a pleno centro formando galilé; com 2 janelões rectangulares em plano mais recuado. 2º piso apresenta 4 janelões de arco abatido que ladeiam varanda com balaustrada e 2 colunas; cornija; pináculos. INTERIOR: Em ruínas.

Acessos

Vilar de Besteiros, Rua da Aldeia

Protecção

Categoria: MIP - Monumento de Interesse Público, Portaria n.º 111/2014, DR, 2.ª série, n.º 30, de 12 fevereiro 2014

Enquadramento

Urbano, em planície, destacado, harmonizado, isolado, separado por via pública e muro.

Descrição Complementar

Utilização Inicial

Residencial: casa nobre

Utilização Actual

Comercial e turística: casa de turismo de habitação

Propriedade

Privada: pessoal coletiva

Afectação

Sem afetação

Época Construção

Séc. 18

Arquitecto / Construtor / Autor

Desconhecido.

Cronologia

1745 - ajuste das obras da casa com o metre pedreiro Manuel Ferreira por 770$000; 1758, João Baptista Pimenta Correia solicita autorização para a construção da capela; 1787 - é passada carta de brasão para a família; 1993, 08 fevereiro - processo de classificação instruído pela CMTondela; 1993, 03 maio - proposta da DRCoimbra de classificação como Imóvel de Interesse Público, que receberia parecer favorável do Conselho Consultivo do IPPAR, que sugere a inclusão dos anexos e jardim; 2011, 18 novembro - proposta da DRCCentro de fixação da Zona Especial de Proteção.

Dados Técnicos

Paredes autoportantes.

Materiais

Granito; taipa; rebocos; madeiras.

Bibliografia

BORGES, Inês da Conceição do Carmo - O Solar de Santana - Museu Municipal de Tondela e a Arquitetura Senhorial da Região. Coimbra: Palimage, 2010; PINHO, José Joaquim da Silva, As Meninas Mascarenhas - História Verdadeira de uma Família da Freguesia de Valongo do Vouga. Coimbra: 1984; http://www.patrimoniocultural.pt/pt/patrimonio/patrimonio-imovel/pesquisa-do-patrimonio/classificado-ou-em-vias-de-classificacao/geral/view/72113 [consultado em 2 janeiro 2017].

Documentação Gráfica

IHRU: DGEMN/DSID

Documentação Fotográfica

IHRU: DGEMN/DSID

Documentação Administrativa

IHRU: DGEMN/DSID

Intervenção Realizada

Observações

Foi pertença de António de Mattos Vasconcelos Mascarenhas e mais tarde de António Calheiro Pita de Noronha e descendentes. Ali viveram também Joaquim Mascarenhas de Mancelos Pacheco, vindo a pertencer mais tarde a Gonçalo Pires Bandeira.

Autor e Data

João Carvalho 1997

Actualização

João Carvalho 1999
 
 
 
Termos e Condições de Utilização dos Conteúdos SIPA
 
 
Registo| Login