Ermida de São Tiago

IPA.00034707
Portugal, Ilha de São Miguel (Açores), Lagoa, Água de Pau
 
Ermida construída no início do séc. 18, por iniciativa privada e associada à casa junto à qual se ergue, tendo sido despojada interiormente nas obras do séc. 20. Possui planta retangular composta por nave e capela-mor, mais baixa e estreita, com iluminação axial, tendo adossado à fachada esquerda sacristia. A fachada principal termina em empena, tem cunhais apilastrados, coroados por pináculos, e é rasgada por portal de verga reta e janela retilínea, ambas com molduras largas e rematadas em cornija, a última com recorte lateral. Na fachada lateral direita a nave é cega e na capela-mor abre-se janela de feitura recente. O interior encontra-se despojado de decoração, possuindo o arco triunfal de volta perfeita sobre pilastras.
 
Registo visualizado 311 vezes desde 27 Julho de 2011
 
   
   

Registo

 
Edifício e estrutura  Edifício  Religioso  Templo  Capela / Ermida  

Descrição

Planta retangular composta por nave e capela-mor, mais baixa e estreita, tendo adossado à fachada lateral esquerda sacristia retangular. Volumes escalonados com coberturas diferenciadas em telhados de duas águas na capela e em terraço na sacristia, rematadas em beirada dupla. Fachadas rebocadas e pintadas de branco, a principal, virada a sul, com pilastras de ângulo nos cunhais, coroados por pináculos, e terminada em empena, com cornija, coroada por cruz latina de cantaria, de braços biselados, sobre acrotério cilíndrico. É rasgada por portal de verga reta, alta e rematada em cornija, e por janela retilínea, de moldura larga e superiormente formando recorte, rematando em cornija reta. Fachada lateral direita da nave cega e, a da capela-mor, rasgada por janela retangular, sem moldura, com vidraça protegida por rótulas de madeira. A fachada posterior é cega e termina em empena. INTERIOR de paredes rebocadas e pintadas de branco e pavimento em soalho de madeira. Na nave, com teto de madeira, de masseira, sobre travejamento, tem o portal ladeado, do lado da Epístola, por pia de água benta, de bacia hemisférica, junto à qual existe armário embutido, com porta de rótulas. No topo da nave, do lado do Evangelho, abre-se porta de verga reta de ligação à sacristia. Arco triunfal de volta perfeita, sobre pilastras. A capela-mor, com pavimento sobrelevado, possui cobertura em falsa abóbada de berço, sobre grande cornija de madeira envernizada, prolongada pela parede testeira, onde forma empena. Sob esta, existe grande cruz de madeira, até ao chão, sobreposta por crucifixo com imagem de Cristo. Mesa de altar, de madeira sobre a qual existe imagem do orago.

Acessos

Água de Pau; Largo de Santiago. WGS84 (graus decimais) lat.: 37,723598; long.: -25,511580

Protecção

Inexistente

Enquadramento

Urbano, adossado, no interior da povoação e no limite norte da mesma, desenvolvendo-se em frente amplo largo. A ermida, rodeada por soco de um degrau, pavimentado a lajes de cantaria, adossa-se transversalmente à casa de que fazia parte, com portal datado de 1730, tendo encostado à fachada principal dois bancos de pedra. Nas imediações, ergue-se a este o edifício da Junta de Freguesia de Água de Pau e o edifício da Casa do Povo de Água de Pau.

Descrição Complementar

Utilização Inicial

Religiosa: ermida

Utilização Actual

Funerária: capela mortuária

Propriedade

Privada: Igreja Católica (Diocese de Angra)

Afectação

Sem afetação

Época Construção

Séc. 18 / 20

Arquitecto / Construtor / Autor

Desconhecido.

Cronologia

Séc. 18, início - época provável da construção da ermida, que parece ter sido concluída antes do solar edificado ao seu lado; 1707 - data da primeira visita pastoral à ermida; 1715, 06 junho - data do testamento do vigário João Pacheco Raposo, referindo que a ermida tem de fábrica dois alqueires de terra; o vigário havia comprado três quartas de terra e umas ladeiras dos moinhos, que deixava à fábrica do dito Santo, com a obrigação de pagar onze alqueires de trigo cada ano ao Santíssimo Sacramento da vila; 1871 - a ermida deixa de estar na posse dos seus proprietários privados e passa para a Junta de Paróquia; 1986 - a ermida passa à responsabilidade da Junta de Freguesia de Água de Pau e a ser utilizada como capela mortuária; séc. 20 - reforma do interior da ermida.

Dados Técnicos

Sistema estrutural de paredes portantes.

Materiais

Estrutura rebocada e pintada de branco; pilastras, frisos, cornijas, molduras dos vãos, cruz, pináculos e pia de água benta em cantaria de basalto aparente; porta e rótulas de madeira; vidros simples; pavimento de lajes e soalho; teto de madeira; cornija e cruz em madeira envernizada; cobertura de telha.

Bibliografia

COSTA, Susana Goulart - Santa Cruz - Evangelização, Celebração da Fé e Fraternidade Cristã (subsídios para a história de Santa Cruz, Matriz da Vila de Lagoa). 1ª edição. Lagoa: Paróquia de Santa Cruz, 2007; TAVARES, João José - A Vila de Lagoa e o seu Concelho. Ponta Delgada: 1979.

Documentação Gráfica

Documentação Fotográfica

IHRU: SIPA

Documentação Administrativa

Intervenção Realizada

CMLagoa: 1996 - arranjo urbanístico do Largo de Santiago; 2003, 20 setembro - inauguração do arranjo urbanístico do Largo de Santiago.

Observações

Autor e Data

João Faria (no âmbito da parceria IHRU / Diocese de Angra) 2014 / Paula Noé 2015

Actualização

 
 
 
Termos e Condições de Utilização dos Conteúdos SIPA
 
 
Registo| Login