Nichos padrões em São Vicente

IPA.00003378
Portugal, Santarém, Abrantes, União das freguesias de Abrantes (São Vicente e São João) e Alferrarede
 
Arquitectura ccomemorativa, oitocentista. Marcos comemorativos de características populares, em forma de espaldar rasgado por nichos com painéis de azulejos neo-rococó.
Número IPA Antigo: PT031401130009
 
Registo visualizado 177 vezes desde 27 Julho de 2011
 
   
   

Registo

 
Conjunto arquitetónico  Estrutura  Comemorativo  Monumento comemorativo    

Descrição

NICHO a S. da EN 3 rasgado em espaldar quadrangular ladeado por pilares prismáticos com impostas salientes, rematado por empena em arco redondo com volutas laterais; o nicho é preenchido por um painel de azulejos policromo, azul e amarelo sobre fundo branco, figurando D. Nuno Álvares Pereira em oração, rodeado por cartela de concheados rococó, com a legenda "O Santo Condestável implorando a victoria para o Exército Português" e a indicação da origem - "Fábrica de Santa Anna"; do lado esquerdo uma placa com inscrição comemorativa; adossados ao espaldar um tanque rectangular e 2 bancos laterais, definindo um recinto em "U", delimitado por pilares e arame; por cima do tanque uma bica; no tardoz do espaldar restos de um cano em ferro. NICHO a N. da EN. 3 rasga-se em espaldar quadrangular, menor que o do nicho A, rematado por empena contracurvada; o fundo é preenchido por painel recente de azulejos, representando São João Baptista, assinado "Zé Tó - Fábrica de Santana, Lisboa, Portugal".

Acessos

EN 3, junto a São João de Abrançalha; Avenida de Aljubarrota; WGS84 (graus decimais): lat.: 39.468022, long.: -8.226897; lat.: 39.468460, long.: -8.226694

Protecção

Categoria: IIP - Imóvel de Interesse Público, Decreto n.º 129/77, DR, 1.ª série, n.º 226 de 29 setembro 1977 *1

Enquadramento

Rural, vale. De um lado e do outro da EN 3, rodeados por mato rasteiro, azinheiras, oliveiras e pinheiros.

Descrição Complementar

Lápide comemorativa afixada no primeiro nicho: "6 de Agosto de 1385. Estes 2 nichos de São João de Abrançalha assinalam a primeira passagem de D. Nuno Álvares Pereira, quando em 7 de Agosto de 1385 resolveu sair de Abrantes com a sua gente, ao encontro do rei de Castela. Aqui recebeu o primeiro emissário do rei D. João I a quem respondeu que não era homem de recuar e se resolvesse segui-lo o esperaria em Tomar. A Câmara Municipal de Abrantes em 17 de Maio de 1961, dia em que saíndo de Abrantes aqui pararam as relíquias de D. Nuno Álvares Pereira, mandou colocar esta lápide por lembrança".

Utilização Inicial

Comemorativa: monumento comemorativo

Utilização Actual

Comemorativa: monumento comemorativo

Propriedade

Pública: municipal

Afectação

Sem afectação

Época Construção

Séc. 19 / 20

Arquitecto / Construtor / Autor

PINTOR DE AZULEJO: Fábrica de Santana (séc. 20).

Cronologia

Séc. 19 - data provável de construção do nicho S.; séc. 20 - construção provável do nicho N., feito segundo o modelo do primeiro; pintura do painel de azulejos na Fábrica de Santana; 1961, 7 Agosto - a Câmara Municipal de Abrantes colocou a lápide de mármore no nicho do Condestável com o fito de assinalar o local onde passaram as relíquias do Santo Condestável.

Dados Técnicos

Estruturas autónomas.

Materiais

Estrutura em alvenaria rebocada e caiada, com molduras em amarelo, cantaria calcária (impostas, tanque), azulejo; xisto revestindo o recinto que rodeia o marco-fonte.

Bibliografia

OLEIRO, Diogo, Abrantes Cidade Florida, Abrantes, 1952; http://www.patrimoniocultural.pt/pt/patrimonio/patrimonio-imovel/pesquisa-do-patrimonio/classificado-ou-em-vias-de-classificacao/geral/view/73845 [consultado em 14 julho 2016]

Documentação Gráfica

CMAbrantes

Documentação Fotográfica

IHRU: DGEMN/DSID; CMAbrantes

Documentação Administrativa

CMAbrantes

Intervenção Realizada

Observações

*1 - DOF: Dois nichos padrões da primeira passagem de Nuno Álvares, em São João de Abrançalha.

Autor e Data

Isabel Mendonça 1995

Actualização

 
 
 
Termos e Condições de Utilização dos Conteúdos SIPA
 
 
Registo| Login