Igreja Paroquial de Foz de Arouce / Igreja de São Miguel

IPA.00033260
Portugal, Coimbra, Lousã, União das freguesias de Foz de Arouce e Casal de Ermio
 
Arquitetura religiosa de origem seiscentista, reformada nos séculos seguintes. Igreja de planta longitudinal, composta por nave, capela-mor mais baixa e estreita, torre sineira adossada à direita, sacristia e espaços anexos. Fachada principal em empena com cornija sobreposta por beiral saliente, rasgada ao centro por portal de verga reta, emoldurado, encimado por friso e entablamento com cornija saliente, seguido por composição retabular, composta por nicho central com a escultura do padroeiro, ladeado por duas pilastras com dois anjos sobrepostos, rematada por frontão triangular. Ladeiam a composição duas janelas, uma de cada lado, de linguagem semelhante à do portal. Sob o vértice da empena, rasga-se pequeno óculo, envolvido por moldura ovalada. Torre pouco elevada, marcada por quatro registos, sendo rasgada no primeiro por portal em arco de volta perfeita, sobre impostas, e no terceiro por sineiras em ambas as faces, em arco de volta perfeita. No último registo apresenta bandeira curva com mostrador de relógio nas quatro faces e remate em coruchéu.
Número IPA Antigo: PT020607020053
 
Registo visualizado 311 vezes desde 27 Julho de 2011
 
   
   

Registo

 
Edifício e estrutura  Edifício  Religioso  Templo  Igreja paroquial  

Descrição

Planta longitudinal composta por nave única, capela-mor, mais estreita e ligeiramente mais baixa, tendo adossada do lado esquerdo sacristia e do lado direito torre sineira. Volumes articulados com coberturas diferenciadas em telhados de uma e duas águas. Fachadas de alvenaria rebocada e pintada de branco; com pilastras toscanas nos cunhais, pintados de cinzento, coroados por pináculos sobre plintos paralelepipédicos, percorridas por embasamento e remates cornija sobreposta por beiral simples. Fachada principal virada a E., rasgada por portal de verga reta, encimado por friso, cornija e nicho com imagem, protegido por vidro simples, ladeado por duas pilastras jónicas que sustentam frontão triangular, e duas composições de anjos sobrepostos, possuindo de uma janela, de verga reta, com moldura idêntica à do portal. No remate da empena, rasga-se pequeno óculo com moldura ovalada. Torre sineira pouco elevada, de três registos separados por frisos, com cunhais apilastrados; no primeiro registo, abre-se porta em arco de volta perfeita, sobre impostas salientes; segundo registo cego; terceiro registo rasgado, em cada uma das faces, por sineira em arco de volta perfeita, envolvida por moldura, albergando sino; termina em friso sobreposto por bandeira curva com mostrador de relógio nas quatro faces e cobertura em coruchéu. INTERIOR com duas capelas laterais e dois altares colaterais de colunas salomónicas, arco cruzeiro e retábulo-mor.

Acessos

Rua da Igreja, Rua Principal

Protecção

Inexistente

Enquadramento

Urbano, isolado, ergue-se em plataforma elevada, delimitada por muro de vedação encimado por grades de ferro. A envolvente é marcada por construções envolvidas por campos de cultivo.

Descrição Complementar

Na capela do lado esquerdo, apresenta uma lápide com a seguinte inscrição: CAPELLA QUE FES ANTONIOROIS PARA SIM E SEUS DESENDENTES EM A QUAL SE DIRAM 15 MISSAS CADA ANNO PARA SEMPRE POR SUA TENSAM PARA AS QUAIS E CONSERTO DELLA DEIXA A TERSA DE TODOS SEUS BENS QUE POR SUA MORTE SE ACHAREM E TUDO SE COMPRIRA NA FORMA DE SEU TESTAMENTO 1643. No solo da capela apresenta três campas, tendo duas das quais incrições: AQUI JAS ANT ROIS INSTITUIDOR DESTA CAPELA FALESEU EM 14 DE JANEIRO DE 1649; e AQUI JAS O PE JASINTO ROIZ PINTO COM SINCOENTA MISSAS CADA ANNO POR SUA ALMA E TENSAM 1678.

Utilização Inicial

Religiosa: igreja paroquial

Utilização Actual

Religiosa: igreja paroquial

Propriedade

Privada: Igreja Católica (Diocese de Coimbra)

Afectação

Sem afetação

Época Construção

Séc. 17 / 19

Arquitecto / Construtor / Autor

Desconhecido

Cronologia

1574 - a igreja pertence ao padroado real e integra a Diocese de Coimbra; séc. 17 - Construção da igreja reaproveitando alguns materiais de um anterior templo aí existente; séc. 19 - reforma da igreja; execução dos sinos.

Dados Técnicos

Sistema estrutural de paredes portantes.

Materiais

Estrutura de alvenaria de granito com paramentos rebocados e pintados de branco; elementos estruturais, embasamentos, molduras de vãos, pilastras, frisos, cornijas, pináculos, balaustrada, cruzes e escadas interiores em granito; retábulos, púlpitos e sanefas em talha policroma e dourada; portas e caixilharias de madeira; janelas com vidros simples; grades de ferro; cobertura de telha cerâmica, sinos de bronze.

Bibliografia

CORREIA, Vergílio, GONÇALVES, A. Nogueira, Inventário Artístico de Portugal - Distrito de Coimbra, Lisboa, 1953; SERRÃO, Joaquim Veríssimo - Livro das Igrejas e Capelas do Padroado dos Reis de Portugal - 1574. Paris: Fundação Calouste Gulbenkian Centro Cultural Português, 1971.

Documentação Gráfica

Documentação Fotográfica

Documentação Administrativa

Intervenção Realizada

Séc. 19 - Obras de remodelação.

Observações

EM ESTUDO.

Autor e Data

Ana Filipe 2012

Actualização

 
 
 
Termos e Condições de Utilização dos Conteúdos SIPA
 
 
Registo| Login