Império do Espírito Santo dos Operários do Pasteleiro

IPA.00032834
Portugal, Ilha do Faial (Açores), Horta, Horta (Angústias)
 
Império de planta retangular, com fachada principal terminada em cornija reta e platibanda plena, rasgada por portal em arco de volta perfeita entre duas frestas, com elementos estruturais e decorativos em argamassa.
Número IPA Antigo: PT072002010044
 
Registo visualizado 255 vezes desde 27 Julho de 2011
 
   
   

Registo

 
Edifício e estrutura  Edifício  Religioso  Império    

Descrição

Planta retangular simples com cobertura encoberta pela plataforma. Fachada principal virada a S., disposta à face do muro, pintada de branco, definida por embasamento, frisos verticais e falsa platibanda plena sobre cornija. É rasgada por portal em arco de volta perfeita, com porta de madeira e bandeira envidraçada, encimado por mísula que sustentava a coroa do Espírito Santo, e por duas frestas laterais molduradas; superiormente, corre duplo friso, de perfil reto sobre as frestas, ai sobrepostos por elemento relevado, e em arco sobre o portal, onde interrompe a mísula, existindo entre este a moldura do portal inscrição.

Acessos

Lugar do Pasteleiro, Estrada Regional 1-1A

Protecção

Inexistente

Enquadramento

Urbano, integrado num muro de sustentação de plataforma superior, atrás da qual se erguem edifícios industriais, protegida por guarda plena, que constitui o remate do império, assente em cornija. Dispõe-se junto à estrada, com largo passeio separador. O lugar do Pasteleiro situa-se no limite SO. da cidade da Horta, constituindo uma zona residencial com paisagem privilegiada para a baía do Porto Pim e para o Monte da Guia.

Descrição Complementar

O portal é encimado pela inscrição relevada "IMPÉRIO DOS OPERÁRIOS P".

Utilização Inicial

Religiosa: império do Divino Espírito Santo

Utilização Actual

Religiosa: império do Divino Espírito Santo

Propriedade

Privada: Confraria / Irmandade

Afectação

Sem afetação

Época Construção

Séc. 20

Arquitecto / Construtor / Autor

Desconhecido.

Cronologia

Séc. 20 - época provável de construção do império.

Dados Técnicos

Sistema estrutural de paredes portantes.

Materiais

Estrutura rebocada e pintada; porta e caixilharia de madeira; vidros simples.

Bibliografia

http://www.inventario.iacultura.pt/faial, janeiro 2012.

Documentação Gráfica

Documentação Fotográfica

IHRU: SIPA

Documentação Administrativa

Intervenção Realizada

Observações

EM ESTUDO. *1 - A denominação da localidade deriva do fato de ter constituído um importante centro de produção de "bolo" de pastel, beneficiada pela proximidade da baía do Porto Pim, já que a sua implantação virada a SE. e a baixa altitude permitia não só um bom grau de secura do pastel como também a facilidade da sua exportação.

Autor e Data

Paula Noé 2012

Actualização

 
 
 
Termos e Condições de Utilização dos Conteúdos SIPA
 
 
Registo| Login