Núcleo urbano da vila do Alandroal

IPA.00027970
Portugal, Évora, Alandroal, União das freguesias de Alandroal (Nossa Senhora da Conceição), São Brás dos Matos (Mina do Bugalho) e Juromenha (Nossa Senhora do Loreto)
 
Núcleo urbano sede municipal. Vila situada na peneplanície, na fronteira do Alentejo. Vila medieval de jurisdição de ordem religiosa militar (ordem de Avis) com castelo.
Número IPA Antigo: PT040701010040
 
Registo visualizado 683 vezes desde 27 Julho de 2011
 
   
   

Registo

 
Conjunto urbano  Aglomerado urbano  Vila  Vila medieval  Vila fortificada  Ordem religiosa militar (Ordem de Avis)

Descrição

Acessos

EN255, Rua Dr. Afonso Costa

Protecção

Inclui Castelo de Alandroal (v. PT040701010003) / Pelourinho de Alandroal, fragmentos (v. PT040701010004) / Igreja da Misericórdia e fonte no exterior (v. PT040701010008)

Enquadramento

Rural. Localiza-se no interior do país a 341 m de altitude, na fronteira com Espanha a 12Km da margem do rio Guadiana. Caracteriza-se pela extensa peneplanície dominada por solos calcários e pequenas elevações que pontuam a paisagem. Nas áreas de pequenos declives a vegetação é composta por montados de azinho ou mato e a planície é dominada pelo olival. O povoamento é concentrado em aglomerados urbanos de média dimensão implantados em pequenas elevações. A vila do Alandroal é a sede de um município com quatro freguesias, limitado a N. pelo município de Vila Viçosa, a E. por Espanha, a S. por Mourão e por Reguengos de Monsaraz e a O. pelo Redondo.

Descrição Complementar

Não aplicável

Utilização Inicial

Não aplicável

Utilização Actual

Não aplicável

Propriedade

Não aplicável

Afectação

Não aplicável

Época Construção

Séc. 13 / 16 / 18

Arquitecto / Construtor / Autor

Cronologia

1298 - terminou a construção do castelo do Alandroal que se deveu a D. Lourenço Afonso, 9º Mestre da Ordem de S. Bento de Avis, em obediência ao rei D. Dinis; 1359 - a Igreja do Alandroal é incorporada na comenda da Ordem de Avis; 1486 - D. João II dá Carta de Foral à Vila do Alandroal; 1514 - concessão de novo foral novo por D. Manuel I; séc.16, segundo quartel - substituição da antiga igreja gótica pela actual Igreja Matriz; séc. 16 - Fundação da Ermida de Nossa Senhora das Neves nos antigos terrenos concelhios da Mata, com o patronímico primitivo de Nossa Senhora das Hervas, com festas anuais a 5 de Agosto; séc. 16 - instituição da irmandade da Misericórdia e provável construção do primitivo templo; 1755 - terramoto provoca grande destruição; séc.18, 2ª metade - decisão do Conselho de Estado do Rei D. José de construir um edifício municipal de raiz, para o que foram adquiridos imóveis já existentes no local e os antigos alpendres do mercado; 1778 - destruição da barbacã; séc. 17 - 18 - construção da actual Igreja da Misericórdia; 1802 - demolição da torre ou campanário primitivo onde esteve instalada a torre do relógio; 1958 - demolição de algumas casas para desobstruir o castelo; 2013, 28 janeiro - criação da União das freguesias de Alandroal (Nossa Senhora da Conceição), São Brás dos Matos (Mina do Bugalho) e Juromenha (Nossa Senhora do Loreto) por agregação das mesmas, pela Lei n.º 11-A/2013, DR, 1.ª série, n.º 19.

Dados Técnicos

Não aplicável

Materiais

Não aplicável

Bibliografia

COSTA, Carvalho da, Corografia Portuguesa, Tomo II, p. 625, Lisboa, 1706; LEAL, Augusto Pinho, Portugal Antigo e Moderno, Livraria Editora de Tavares Cardoso e Irmão, Lisboa, 1886; ARMAS, Duarte de, Livro das Fortalezas, Lisboa, INAPA, 1990

Documentação Gráfica

IHRU: DGEMN/DREMS; DGOTDU: Arquivo Histórico (Plano de Urbanização de Alandroal, Arq. Carlos Negrão, 1947; Plano de Urbanização de Alandroal - Remodelação, Arq. Carlos Negrão, 1950; Plano Geral de Urbanização do Alandroal, A.A.P. - Atelier de Arquitectura e Planeamento - Arq. Maria Virgínia Barbosa, 1982; Plano Geral de Urbanização da Vila de Alandroal, A.A.P. - Atelier de Arquitectura e Planeamento Lda, 1987)

Documentação Fotográfica

IHRU: DGEMN/DSID; DGEMN/DREMS

Documentação Administrativa

DGARQ/TT: Memórias paroquiais, vol. 1, nº 64, p. 439 a 462; IHRU: DGEMN/DSARH (Plano de Urbanização do Alandroal, DSARH-010-004/20); DGEMN/DREMS; DGOTDU: Arquivo Histórico (Plano de Urbanização de Alandroal, Arq. Carlos Negrão, 1947; Plano de Urbanização de Alandroal - Remodelação, Arq. Carlos Negrão, 1950)

Intervenção Realizada

DGEMN: 1943 / 1946; 1958: Obras de restauro na praça de armas e em diversos troços de muralha. Restauro da torre de menagem e demolição de algumas casas para desobstruir o castelo.

Observações

Autor e Data

Anouk Costa, Cláudia Morgado, Rita Vale 2010

Actualização

 
 
 
Termos e Condições de Utilização dos Conteúdos SIPA
 
 
Registo| Login