Igreja Paroquial de Babe / Igreja de São Pedro

IPA.00018653
Portugal, Bragança, Bragança, Babe
 
Igreja paroquial setecentista.
Número IPA Antigo: PT010402030069
 
Registo visualizado 316 vezes desde 27 Julho de 2011
 
   
   

Registo

 
Edifício e estrutura  Edifício  Religioso  Templo  Igreja paroquial  

Descrição

Fachada principal em cantaria aparente, vira a O. e terminada em empena truncada por dupla sineira, albergando sinos, rematada em cornija coroada por cruz de cantaria entre pináculos; é rasgada por portal de verga recta, encimado por frontão triangular e óculo circular.

Acessos

Rua da Igreja

Protecção

Inexistente

Enquadramento

Urbano, isolado, no interior da povoação, num dos extremos do mesmo, junto à via, desenvolvendo-se a N. o cemitério. Insere-se em adro murado, frontalmente precedido de escadas.

Descrição Complementar

Utilização Inicial

Religiosa: igreja paroquial

Utilização Actual

Religiosa: igreja paroquial

Propriedade

Privada: Igreja Católica (Diocese de Bragança - Miranda)

Afectação

Sem afectação

Época Construção

Séc. 17 (conjectural)

Arquitecto / Construtor / Autor

Cronologia

1258 - metade da vila pertencia ao Mosteiro de Castro de Avelãs, em copropriedade com a Ordem do Hospital; 1574 - a igreja pertence ao padroado real e integra o território da Diocese de Miranda; séc. 17 - época provável da construção da igreja; 1604 - data do primeiro registo de baptismos documentado; 1665 - data do primeiro registo de casamentos documentado; 1674 - data do primeiro registo de óbitos documentado; 1706 - segundo o Padre Carvalho da Costa era reitoria do padroado da Casa de Bragança, tendo com as anexas duas comendas que rendiam, cada uma, 150$000, de que se pagava ao reitor 42$000; a povoação tinha 85 vizinhos; 1758, 17 Abril - segundo o reitor José Alvares da Silva nas Memórias Paroquiais, a freguesia, situada num cabeço, pertencia ao bispado de Miranda, comarca e termo de Bragança e era do Duque de Bragança; tinha 89 vizinhos e 340 pessoas; a paróquia estava situada no cimo do lugar e tinha anexas a igreja de Nossa Senhora da Assunção, do lugar de Gimonde, e a igreja de Nossa Senhora da Assunção, do lugar de Laviados; a igreja, com orago de São Pedro, tinha dois altares colaterais, um dedicado a Nossa Senhora do Rosário e outro às Almas do purgatório, existindo ainda uma irmandade das Almas; o pároco era reitor da apresentação do Duque de Bragança e tinha de côngrua anual 46$000, 12 almudes de vinho e 4 alqueires de trigo; o juiz do lugar era de vintena e sujeito ao juiz de fora e câmara de Bragança; tinha uma feira franca no dia de São Pedro, durando um só dia.

Dados Técnicos

Sistema estrutural de paredes portantes.

Materiais

Bibliografia

AFONSO, Ana Maria, O Tombo do Mosteiro de São Salvador de Castro de Avelãs de 1501 - 1514, um Património monástico no dealbar da Idade Moderna, [dissertação na Universidade do Minho], Braga, 2000; CAPELA, José Viriato, BORRALHEIRO, Rogério, MATOS, Henrique, As Freguesias do Distrito de Bragança nas Memórias Paroquiais de 1758. Memórias, História e Património, Braga, 2007; COSTA, António Carvalho da (Padre), Corografia Portugueza..., Lisboa, Valentim da Costa Deslandes, 1706, tomo I; SERRÃO, Joaquim Veríssimo - Livro das Igrejas e Capelas do Padroado dos Reis de Portugal - 1574. Paris: Fundação Calouste Gulbenkian Centro Cultural Português, 1971.

Documentação Gráfica

Documentação Fotográfica

Documentação Administrativa

Intervenção Realizada

Observações

EM ESTUDO

Autor e Data

Paula Noé 2011

Actualização

 
 
 
Termos e Condições de Utilização dos Conteúdos SIPA
 
 
Registo| Login