Palácio da Quinta da Portela / Palácio dos Marqueses de Pomares

IPA.00017170
Portugal, Coimbra, Coimbra, Santo António dos Olivais
 
Casa nobre de construção oitocentista, sobre uma pré-existência, de planta em U fechado pela capela.
Número IPA Antigo: PT020603180155
 
Registo visualizado 209 vezes desde 27 Julho de 2011
 
   
   

Registo

 
Edifício e estrutura  Edifício  Residencial senhorial  Casa nobre  Casa nobre  Tipo planta em U

Descrição

Planta em U fechado, de 2 pisos, cobertura em telhados diferenciados de 2, 3 e 4 águas. Jardim com lago central, frente à fachada principal, aberta por largo portão de verga ornada, ligado à sacada superior rematada por brasão, partido de Costas e Britos; de cada lado três sacadas com frontões triangulares e curvos; na fachada S. repetem-se sacadas iguais. A fachada E. tem uma varanda de colunas dóricas. Entrando o portão acede-se a vestíbulo com pavimento em seixo rolado de duas cores, formando desenhos, que nos transporta para um pátio interior em volta do qual se desenvolve a construção, tendo no corpo fronteiro a entrada da capela, a eixo do portão. CAPELA com portal de enquadrado por uma moldura com verga rematada por volutas encimadas por óculo terminando o conjunto em frontão curvo decorado no tímpano sob cruz pétrea trilobada. INTERIOR de uma nave e capela -mor com retábulo de madeira policromada e dourada.

Acessos

Portela do Mondego - Estrada da Beira

Protecção

Categoria: MIP - Monumento de Interesse Público, Portaria n.º 131/2015, DR, 2.ª série, n.º 36 de 20 fevereiro 2015 *1

Enquadramento

Rural, isolado, na margem direita do rio Mondego. Vedado por muro aberto por dois portões, um de acesso à fachada principal e outro, a O., de serviço. No exterior do portão principal situam-se as construções que terão servido para residência dos trabalhadores da quinta e de apoio às actividades agrícolas. Actualmente encontra-se em construção uma área residencial - Urbanização da Portela - no que foram as propriedades da quinta tendo dado origem a uma ampla movimentação de terras que descaractarizaram totalmente a sua envolvente.

Descrição Complementar

Utilização Inicial

Residencial: quinta

Utilização Actual

Residencial: palácio

Propriedade

Privada: pessoa singular

Afectação

Sem afectação

Época Construção

Séc. 18 (conjectural)

Arquitecto / Construtor / Autor

Desconhecido

Cronologia

Séc. 18 (final) / séc. 19 (início) - reedificação do edifício sob uma pré - existência duma casa anterior; Séc. 20 - venda dos terrenos da quinta para construção de um empreendimento habitacional; 2013, 6 de maio - abertura do procedimento de classificação através do Anúncio n.º 161/2013, 2.ª série, n.º 86; 2014, 21 novembro - publicação do Projeto de Decisão relativo à classificação do edifício como Monumento de Interesse Público, em Anúncio n.º 278/2014, Dr, 2.ª série, n.º 226.

Dados Técnicos

Materiais

Bibliografia

CORREIA, Virgilio, GONÇALVES, Nogueira, Inventário Artístico de Portugal, Cidade de Coimbra, Lisboa, 1947; http://www.patrimoniocultural.pt/pt/patrimonio/patrimonio-imovel/pesquisa-do-patrimonio/classificado-ou-em-vias-de-classificacao/geral/view/18002328 [consultado em 12 agosto 2016].

Documentação Gráfica

Documentação Fotográfica

IHRU: DGEMN, DSID

Documentação Administrativa

Intervenção Realizada

Observações

EM ESTUDO. *1 - DOF: Palácio da Quinta da Portela, também designado Palácio dos Marqueses de Pomares, e jardim fronteiro, na Quinta da Portela.

Autor e Data

Cecília Matias 2003

Actualização

 
 
 
Termos e Condições de Utilização dos Conteúdos SIPA
 
 
Registo| Login