Igreja Paroquial de Marvão / Igreja de Santa Maria / Museu Municipal de Marvão

IPA.00015859
Portugal, Portalegre, Marvão, Santa Maria de Marvão
 
Arquitectura religiosa, gótica, quinhentista e barroca. Igreja paroquial de fundação gótica da qual resta a espacialidade em três naves, a ábside com abóbada de nervuras sobre colunas com capitéis de decoração vegetalista e uma pintura mural figurando santos. Arcadas e arco triunfal de arco redondo resultantes das alterações quinhentistas. Teia de ferro forjado seiscentista.
Número IPA Antigo: PT041210020008
 
Registo visualizado 399 vezes desde 27 Julho de 2011
 
   
   

Registo

 
Edifício e estrutura  Edifício  Religioso  Templo  Igreja paroquial  

Descrição

Planta longitudinal de três naves, torre sineira quadrada à direita e capela-mor absidal. Fachada principal a E. com pórtico granítico de frontão interrrompido, e torre sineira a N.. INTERIOR: arcadas de volta redonda sobre pilares, três por banda; cobertura em tecto de masseira na nave central e de uma água nas naves laterais. Do lado do evangelho, capela lateral separada da nave por teia de ferro forjado; apresenta paredes revestidas a azulejos azuis e brancos, figurando paisagens e retábulo de talha; na parte superior da nave, pintura mural figurando vários santos. Capela-mor com cobertura em abóbada de nervuras sobre colunas munidas decapitéis vegetalistas. Escada de caracol, granítica, na torre sineira.

Acessos

Largo de Santa Maria. WGS84 (graus decimais) lat.: 39,394588, long.: -7,378381

Protecção

Incluído na Zona Especial de Proteção do Castelo de Marvão (v. PT041210020001) / Incluído na Área Protegida da Serra de São Mamede (v. PT041214020015)

Enquadramento

Urbano, intramuros, na parte alta do aglomerado em cujo eixo oposto se localiza a Igreja de São Tiago (v. PT041210020017).

Descrição Complementar

Utilização Inicial

Religiosa: igreja paroquial

Utilização Actual

Cultural e recreativa: museu

Propriedade

Pública: municipal

Afectação

Sem afectação

Época Construção

Séc. 14 / 16 / 18

Arquitecto / Construtor / Autor

Cronologia

1320, 23 maio - bula do Papa João XXII concedendo a D. Dinis, por três anos, para subsídio de guerra contra os mouros, a décima de todas as rendas eclesiásticas do reino, sendo a igreja taxada em 220 libras; integra o termo de Marvão e Castelo de Vide e o bispado da Guarda; 1321- pertence à Ordem do Hospital, e posteriormente Priorado da Ordem de Malta; séc. 16 - várias remodelações incluindo a do portal e a escada da torre sineira; 1574 - a igreja pertence ao padroado real e integra a Diocese da Guarda; séc. 18 - capela lateral; 1987, 07 Novembro - abertura do museu municipal após obras de recuperação e reutilização.

Dados Técnicos

Materiais

Bibliografia

SERRÃO, Joaquim Veríssimo - Livro das Igrejas e Capelas do Padroado dos Reis de Portugal - 1574. Paris: Fundação Calouste Gulbenkian Centro Cultural Português, 1971.

Documentação Gráfica

IHRU: DGEMN/DSID

Documentação Fotográfica

IHRU: DGEMN/DSID

Documentação Administrativa

Intervenção Realizada

1950 - pedido da câmara municipal para recuperação da Igreja (segundo a DGEMN, esta terá demolido a torre sineira, por risco de colapso, e instalado dormitório para seminaristas), para adaptação a museu municipal; 1958 / 1959 - informação de particulares e da estalagem Ninho de Águias a várias entidades informando que o pároco pretende vender os sinos da Igreja, conseguindo-se que estes não sejam fundidos e novamente colocados; DGEMN: 1960 a 1977 - obras de recuperação e adaptação a museu municipal.

Observações

EM ESTUDO

Autor e Data

Rosário Gordalina 2002

Actualização

 
 
 
Termos e Condições de Utilização dos Conteúdos SIPA
 
 
Registo| Login