Núcleo urbano da vila de Castro Laboreiro

IPA.00015224
Portugal, Viana do Castelo, Melgaço, União das freguesias de Castro Laboreiro e Lamas de Mouro
 
Núcleo urbano sede de freguesia. Vila situada em planalto na fronteira do Minho. Vila medieval com castelo, implantado sobre um castro.
Número IPA Antigo: PT011603020058
 
Registo visualizado 371 vezes desde 27 Julho de 2011
 
   
   

Registo

 
Conjunto urbano  Aglomerado urbano  Vila  Vila medieval  Vila fortificada  Régia (D. Afonso III)

Descrição

Acessos

EN202-3, EM1160

Protecção

Inclui Pelourinho de Castro Laboreiro (v.PT011603020009) / Castelo de Castro Laboreiro ou Laboredo (v.PT011603020010) / Igreja Paroquial de Castro Laboreiro(v.PT011603020019)

Enquadramento

Rural, situado em colina. Implanta-se na serra da Peneda a 1033 m de altitude, entre as bacias do rio Minho e do Lima, inserindo-se no Parque Nacional da Peneda Gerês. Castro Laboreiro é banhado pelo rio Laboreiro que atravessa a vila a N. e se dirige para E. descendo a serra até se encontrar no vale, a uma cota mais baixa, para se juntar ao rio Lima. A serra tem vegetação rasteira dominando a cobertura vegetal composta por urzes e tojos. A freguesia de Castro Laboreiro está delimitada e N. e NE. pelas terras da Galiza, a S. e O. pela Gavieira e a O. por Lamas de Mouro.

Descrição Complementar

Utilização Inicial

Não aplicável

Utilização Actual

Não aplicável

Propriedade

Não aplicável

Afectação

Não aplicável

Época Construção

Época pré-romana / Época romana / Séc. 13 / 16

Arquitecto / Construtor / Autor

Cronologia

Época Islâmica - ocupação do território adaptando o castro a castelo; séc. 9 - D. Afonso III das Astúrias doa a Hermenegildo Mendo, o título de Conde do Porto e Tui, a maior parte da Lima, a região do Bubal e os Montes de Laboreiro; o castelo cai novamente no poder dos mouros; 1144/ 1145 - D. Afonso Henriques conquista o castelo de Castro Laboreiro e manda restaurá-lo; séc. 12 - D. Sancho I continua a obra do castelo; 1271, 15 Janeiro - concessão de foral por D. Afonso III e elevação da povoação de Laboreiro a vila; 1290 - D. Dinis dá a Gomes de Abreu, de Merufe, a alcaidaria de Laboreiro, que andava junta com a de Melgaço; 1320 - a região de Castro Laboreiro pertence à terra de Valadares, ao território de Entre Minho e Lima e é da diocese de Tui; 1375 - D. Fernando dá a alcaidaria a Estevão Anes Marinho; séc. 14 - D. João I usa Castro Laboreiro para deter várias incursões castelhanas vindas da Galiza; 1441 - o alcaide-mor é Martim de Castro; 1506 - Duarte de Armas desenha castelo de Castro Laboreiro com muralhas reforçadas por cinco torres quadrangulares envolvendo a torre de menagem; 1513, 20 Novembro - concessão de foral por D. Manuel I, conferindo-lhe o nome de Castro Laboreiro; 1560 - data da construção do pelourinho de Castro Laboreiro; 1706 - a povoação é da Casa de Bragança e Comarca de Barcelos; 1746 / 1779 - o Governador da vila de Castro Laboreiro é Manuel de Araújo Machado; 1758, 11 Maio - é do rei e pertence à comarca de Braga e tem 492 vizinhos num total de 1412 pessoas; o concelho tem privilégios reais; 1839 - Castro Laboreiro pertence ao concelho de Ponte de Lima em termos administrativos; 1853 - Castro Laboreiro é sede do concelho e pertence à Comarca de Monção; 1855 - Castro Laboreiro deixa de ser sede de concelho; 2009, 12 Junho - a povoação de Castro Laboreiro é novamente elevada a vila; 2013, 28 janeiro - criação da União das Freguesias de Castro Laboreiro e Lamas de Mouro por agregação das mesmas, pela Lei n.º 11A, DR, 1.ª série, n.º 19.

Dados Técnicos

Não aplicável

Materiais

Não aplicável

Bibliografia

ARMAS, Duarte de - Livro das Fortalezas. Lisboa: INAPA, 1990; AZEVEDO, Carlos Moreira, dir. - História Religiosa de Portugal. Lisboa: Círculo de Leitores, 2000, Volume 1, p.147; CAPELA, José Viriato, coord. - As freguesias do distrito de Viana do Castelo nas Memórias Paroquiais de 1758. Braga: Casa Museu de Monção / Universidade do Minho, 2005; COSTA, António Carvalho da - Corografia Portuguesa. Lisboa, 1706, Tomo I, p.339; LIMA, Alexandra Cerveira Pinto Sousa -Sistemas de Povoamento e Ocupação do Espaço em Castro Laboreiro - Serra da Peneda, Tese mestrado, Universidade do Porto, 1993; LIMA, Alexandra Cerveira Pinto Sousa - Castro Laboreiro povoamento e organização de um território. Cadernos Jurís / Xurés. n.º 1, Braga: Instituto da Conservação da Natureza , Parque Nacional da Peneda-Gerês, Câmara Municipal de Melgaço, 1996; LOPES, A. Oliveira, Castro Laboreiro: A Terra, o Homem e a Tradição, Lisboa, Tipografia Silvas, 1968 (não consultado); PINTOR, Manuel A. Bernardo, Castro Laboreiro e os seus Forais, Braga, Tipografia da Livraria Cruz, 1965 (não consultado).

Documentação Gráfica

IHRU: DGEMN/DSID

Documentação Fotográfica

IHRU: DGEMN/DSID, DGEMN/DREMN; IHRU: SIPA

Documentação Administrativa

IHRU: DGEMN/DSID

Intervenção Realizada

Observações

Autor e Data

Rita Vale 2011

Actualização

 
 
 
Termos e Condições de Utilização dos Conteúdos SIPA
 
 
Registo| Login