Igreja Paroquial de Santo Estêvão / Igreja de Santo Estêvão

IPA.00014468
Portugal, Beja, Serpa, União das freguesias de Serpa (Salvador e Santa Maria)
 
Arquitectura religiosa, quinhentista, seiscentista. Igreja paroquial, onde ainda são visíveis na sua estrutura arruinada alguns elementos de tradição gótica, como a abóbada de cruzaria de ogivas que outrora cobria o nártex, da qual são ainda visíveis os arranques das nervuras; o baptistério e a capela lateral possuíram cúpulas assentes em trompas, popularizadas na arquitectura tradicional da região a partir de meados de quinhentos; os arcos se destacam nas paredes laterais da nave parecem enquadram-se numa solução construtiva que frequentemente se encontra em edifícios construídos com cobertura de madeira e que posteriormente necessitaram de reforço para poderem suportar abóbadas de berço, mais frequentes em a partir do séc. 17.
Número IPA Antigo: PT040213040042
 
Registo visualizado 1427 vezes desde 27 Julho de 2011
 
   
   

Registo

 
Edifício e estrutura  Edifício  Religioso  Templo  Igreja paroquial  

Descrição

Planta longitudinal escalonada, orientada, composta por nártex, nave e capela-mor mais estreita a que se adossam à esquerda o baptistério, capela lateral e sacristia. Volumes articulados com vestígios de coberturas diferenciadas. Fachada principal com nártex de um pano definido por contrafortes escalonados de planta octogonal, com dois registos, sendo o inferior paralelepipédico, encimado por moldura em meia cana onde assenta o segundo registo, troncocónico, de remate rampeado, e onde assente um plinto de secção quadrada colocado de escorço, arco de acesso arruinado. Fachada S. com nártex de um pano com contraforte da fachada principal à esquerda e à direita contraforte escalonado em dois registos, o primeiro cilíndrico e o segundo de secção quadrada; arco arruinado fechado por murete baixo; nave dividida em três panos por contrafortes de remate rampeado; capela-mor recuada de pano cego. Fachada E. com capela-mor e sacristia de paredes totalmente em ruínas. Fachada N. de esquema idêntico ao da Fachada S. com os volumes adossados do baptistério, no primeiro pano e da capela lateral no terceiro, sacristia de paredes arruinadas com contraforte isolado. INTERIOR: de uma só nave com vestígios de abóbada de berço assente em cornija, de cada um dos lados da nave abrem-se quatro arcos de volta perfeita, do lado da Epístola todos os arcos são cegos, apresentando o quarto vestígios de pinturas murais; do lado do Evangelho abre-se no primeiro arco a porta de acesso ao baptistério, em arco de volta perfeita enquadrado por cornija assente em pilastras, no terceiro arco são visíveis vestígios da base do púlpito e escadas de acesso em alvenaria, e no quarto arco um segundo arco de volta perfeita assente em cornijas, dá acesso à capela lateral outrora coberta por cúpula de que subsistem as trompas, com nicho na parede fundeira, em arco de asa de cesto e planta semicircular com remate superior em concha esgrafitada, na parede O. rasga-se uma fresta e na parede E. porta de acesso à sacristia. Arco triunfal arruinado e capela-mor apenas com a parede S. em pé. Da sacristia apenas subsistem fundações e um contraforte.

Acessos

Protecção

Inexistente

Enquadramento

Rural, isolado, numa suave elevação da planície, rodeado por campos agrícolas.

Descrição Complementar

Utilização Inicial

Religiosa: igreja paroquial

Utilização Actual

Devoluto

Propriedade

Privada: pessoa singular

Afectação

Sem afectação

Época Construção

Séc. 16

Arquitecto / Construtor / Autor

Desconhecido.

Cronologia

Séc. 16 - construção; séc. 19 - extinção da paróquia de Santo Estevão.

Dados Técnicos

Estrutura mista

Materiais

Paredes de alvenaria de pedra, tijolo e cal, rebocadas e caiadas, pinturas murais e esgrafitos,

Bibliografia

Documentação Gráfica

IHRU: DGEMN/DSID

Documentação Fotográfica

IHRU: DGEMN/DSID

Documentação Administrativa

IHRU: DGEMN/DSID

Intervenção Realizada

Observações

Na parede do portal principal é visível um bloco de cantaria de mármore branco, cilíndrico, que poderá ser um fragmento de coluna romana.

Autor e Data

Ricardo Pereira 2000

Actualização

 
 
 
Termos e Condições de Utilização dos Conteúdos SIPA
 
 
Registo| Login