Fonte das Três Bicas

IPA.00014454
Portugal, Beja, Moura, União das freguesias de Moura (Santo Agostinho e São João Baptista) e Santo Amador
 
Arquitectura Infraestrutural, barroca, neoclássica. Fonte de espaldar onde são patentes as contradições características da arquitectura da regência de D. João VI, ainda fortemente apegada ao barroco, como se pode ver na planta polilobada do tanque, no pano central bojudo e mesmo na decoração da pedra de armas onde são ainda patentes os motivos decorativos do rococó, e mesmo a assimetria introduzida pela figura do grifo, denotando no entanto influências do neoclassicismo, na rigidez ortogonal da composição do alçado, na própria escolha da pedra como material único da construção e particularmente na efígie régia, que remete para a representação dos imperadores romanos, com coroa de louros e manto preso por uma fíbula.
Número IPA Antigo: PT040210070030
 
Registo visualizado 152 vezes desde 27 Julho de 2011
 
   
   

Registo

 
Edifício e estrutura  Estrutura  Hidráulica de elevação, extração e distribuição  Chafariz / Fonte  Chafariz / Fonte  Tipo espaldar

Descrição

Assente em seis degraus de cantaria de planta aproximadamente semi-octogonal, tendo o inferior um prolongamento frontal semicircular, eleva-se tanque de planta polilobada, em cantaria de mármore branco, dentro do qual se ergue a arca de água de três panos, o central bojudo e os laterais ligeiramente de escorço, separados por colunas compósitas, de base de mármore branco, fuste liso de mármore cinzento e capitel de mármore branco, e lateralmente enquadrados por pilastras de que apenas são visíveis os lados, assentam em embasamento onde se destacam os plintos das colunas decorados com moldura simples, sendo o embasamento de cada um dos três panos definido por uma moldura simples, destacando-se ao centro um mascarão com uma bica, os panos laterais são formados por moldura larga, lisa, de mármore branco, delimitando placa de mármore cinzento, no pano central destaca-se, em baixo, o castelo heráldico da cidade em alto relevo, encimado pela inscrição gravada " IOANNI EXCELSO PRIN / CIPI / UTILITATI QUE PUBLICAE / ET PATRES ET CIVES / ARUCCITANAE VOVERE / FONTEM . / P . P . / A . R . S . MDCCCXV " sobrepujada por medalhão oval emoldurado com o busto em alto relevo de D. João VI, vestido à romana, com coroa de louros e manto preso por uma fíbula; ao nível dos capitéis corre, nos três panos um friso liso, encimado por arquitrave, destacada sobre as colunas, friso liso de mármore cinzento e cornija, sobre a qual se eleva balaustrada em três panos, separados por pilaretes, cada pano com três balaústres de secção quadrada sendo os centrais encimados por pináculos troncopiramidais coroados por esferas; guarda de mármore cinzento; na parede acima da balaustrada destaca-se cartela polilobada com as armas nacionais, enquadradas por asas de morcego, concheados, enrolamentos de folhas de acanto e volutas, encimada por coroa real com as imperiais quebradas e apoiada em grifo esculpido em vulto perfeito.

Acessos

Praça Sacadura Cabral

Protecção

Incluído na Zona de Protecção da Igreja Matriz de São João Baptista (v. PT040210070001) e do Castelo (v. PT040210070006)

Enquadramento

Urbano, adossado aos antigos Paços do Concelho, antecedido por um largo empedrado do adro da Igreja Paroquial de São João Baptista (v. PT040210070001) que lhe fica fronteira, e tendo à direita o Estabelecimento Termal, através do qual se acede ao Jardim Dr. Santiago (v. PT040210070025) .

Descrição Complementar

Utilização Inicial

Hidráulica: chafariz

Utilização Actual

Hidráulica: chafariz

Propriedade

Pública: municipal

Afectação

Sem afectação

Época Construção

Séc. 19

Arquitecto / Construtor / Autor

Desconhecido

Cronologia

1815 - construção segundo data inscrita no fontanário; 2005, 11 maio - Proposta da CM de Moura de classificação do Conjunto constituído pelo Mercado Municipal, Repartição de Finanças/Junta de Freguesia, Biblioteca Municipal e Fonte das Três Bicas pela DRCAlentejo; 2006, fevereiro - proposta do IPPAR/DRÉvora de classificação do Conjunto constituído pelo Mercado Municipal, Repartição de Finanças/Junta de Freguesia, Biblioteca Municipal e Fonte das Três Bicas; 2006, 7 fevereiro - Despacho de abertura de classificação do Conjunto constituído pelo Mercado Municipal, Repartição de Finanças/Junta de Freguesia, Biblioteca Municipal e Fonte das Três Bicas; 2009, 24 junho - Proposta de ZEP do Conjunto constituído pelo Mercado Municipal, Repartição de Finanças/Junta de Freguesia, Biblioteca Municipal e Fonte das Três Bicas pela DRCAlentejo; 2009, 17 julho - Parecer do Conselho Consultivo do IGESPAR propôs o arquivamento do processo de classificação do Conjunto constituído pelo Mercado Municipal, Repartição de Finanças/Junta de Freguesia, Biblioteca Municipal e Fonte das Três Bicas, por não ter valor nacional; 2009, 16 julho - Despacho de revogação do processo de classificação do Conjunto constituído pelo Mercado Municipal, Repartição de Finanças/Junta de Freguesia, Biblioteca Municipal e Fonte das Três Bicas, pelo Diretor do IGESPAR.

Dados Técnicos

Estrutura autoportante

Materiais

Cantaria de mármore branco e cinza, bicas de bronze.

Bibliografia

CORREIA, José António de Oliveira, Freguesia de São João Baptista, Moura - Subsídios para a sua história, Moura, 2000.

Documentação Gráfica

IHRU: DGEMN/DSID

Documentação Fotográfica

IHRU: DGEMN/DSID; Universidade de Évora

Documentação Administrativa

IHRU: DGEMN/DSID

Intervenção Realizada

Observações

Autor e Data

Ricardo Pereira 2000

Actualização

 
 
 
Termos e Condições de Utilização dos Conteúdos SIPA
 
 
Registo| Login