Igreja Paroquial de Alvoco da Serra / Igreja de Nossa Senhora do Rosário

IPA.00012058
Portugal, Guarda, Seia, Alvoco da Serra
 
Igreja paroquial barroca.
Número IPA Antigo: PT020912010026
 
Registo visualizado 258 vezes desde 27 Julho de 2011
 
   
   

Registo

 
Edifício e estrutura  Edifício  Religioso  Templo  Igreja paroquial  

Descrição

Acessos

Alvoco da Serra, Largo do Adro

Protecção

Inexistente

Enquadramento

Urbano.

Descrição Complementar

Utilização Inicial

Religiosa: igreja paroquial

Utilização Actual

Religiosa: igreja paroquial

Propriedade

Privada: Igreja Católica (Diocese da Guarda - Arciprestado de Seia)

Afectação

Sem afetação

Época Construção

Séc. 18

Arquitecto / Construtor / Autor

Cronologia

1320, 23 maio - bula do Papa João XXII concedendo a D. Dinis, por três anos, para subsídio de guerra contra os mouros, a décima de todas as rendas eclesiásticas do reino, sendo a igreja taxada em 50 libras; integra o termo e o arcediagado de Seia; integra o bispado de Coimbra; 1514, 17 fevereiro - elevação a vila e sede de concelho, por foral de D. Manuel I; 1527 - tem duas povoações, Barriosa, com três fogos, e Teixeira com um; Alvoco tinha 50 moradores; 1708 - Carvalho da Costa refere uma igreja, da invocação de Nossa Senhora, curato anexo a Loriga e com 120 vizinhos, todos pastores; 1724 - construção do imóvel; 1745 - inscrição sobre o portal principal; 1747 - Alvoco da Serra pertence ao bispado de Coimbra, arcediago de Seia, comarca da Guarda; a igreja é do padroado real e os dízimos pertencie à comenda do Reodndo e ao bispo de Coimbra; a povoação tem 78 fogos e no seu termo duas aldeias, Vasco Esteves e Casal do Guincho; igreja dedicada a Nossa Senhora do Rosário, de uma nave e 3 altares, o mor com o Santíssimo e os colaterais, dedicados a Nossa Senhora do Rosário e a Santa Catarina; o pároco tem de côngrua 13$000, 20 alqueires de centeio, 5 móios de trigo e 20 almudes de vinho; 1758 - curato anexo a Loriga; a povoação é freguesia e conta com 98 fogos e cerca de 300 habitantes, sendo os dízimos entregues à Coroa; 1836 - extinção do concelho; 1837, janeiro - a povoação é anexada ao concelho de Loriga; 1855 - o concelho de Loriga é suprimido, passando a freguesia a integrar o de Seia; 1885 - estaututos da Irmandade das Almas; 1960 - a irmandade possui cerca de 650 irmãos.

Dados Técnicos

Sistema estrutural de paredes portantes.

Materiais

Bibliografia

BIGOTTE, Padre Dr. J. Quelhas, Monografia da Cidade e Concelho de Seia - História e Etnografia, 3.ª ed., Seia, 1992; Dicionário enciclopédico das freguesias, vol. 2, Matosinhos, 1998; CD Portugal Século XXI - Guarda, Matosinhos, 2001.

Documentação Gráfica

Documentação Fotográfica

DGPC: SIPA; Diocese da Guarda: Departamento do Património Cultural

Documentação Administrativa

Intervenção Realizada

Observações

EM ESTUDO.

Autor e Data

Paula Figueiredo 2002

Actualização

 
 
 
Termos e Condições de Utilização dos Conteúdos SIPA
 
 
Registo| Login