Anta de Arraiolos

IPA.00001178
Portugal, Évora, Arraiolos, Arraiolos
 
Anta megalítica, típica do aro eborense, cujo protótipo e talvez o exemplar mais monumental se considera a Anta Grande da Comenda da Igreja, em Montemor-o-Novo (v. PT040706030007).
Número IPA Antigo: PT040702010001
 
Registo visualizado 509 vezes desde 27 Julho de 2011
 
   
   

Registo

 
Edifício e estrutura  Estrutura  Funerário  Anta    

Descrição

Monumento com planta longitudinal, composta por câmara com planta poligonal centralizada e corredor de acesso com planta rectangular oblonga. Volumes articulados na horizontalidade, sobre um eixo E-O, com cobertura diferenciada para a câmara, com laje de granito, e corredor, com sequência de dintéis em laje de granito. A face principal é constituída pela projecção da articulação vertical do vão de entrada no corredor, guardado pelos esteios das ombreiras e rematado por dintel da cobertura, com a parte sobrante do vão da câmara, acima da cota suprema do corredor. As faces laterais são constituídas pela articulação horizontal da câmara com o corredor. A face tardoz constituída pelos paramentos cegos dos esteios da cabeceira. Muito destruída, conserva in situ três esteios da câmara com c. 5 m de diâmetro e 2.5 m de altura acima da cota do leito. Outros dois estão tombados e fracturados. Corredor e mamoa irreconhecíveis.

Acessos

EN 370 de Évora para Arraiolos, c. 2 km de Arraiolos, tomar caminho vicinal a O., para a Horta das Canas Verdes. A anta situa-se dentro do Ferragial da Anta.

Protecção

Categoria: MN - Monumento Nacional, Decreto de 16-06-1910, DG n.º 136 de 23 de junho 1910 *1

Enquadramento

Rural, zona de hortejos suburbanos, em encosta pendente da colina de Arraiolos para a bacia do R. Almançor, isolada no meio de pequeno ferragial

Descrição Complementar

Utilização Inicial

Funerária: anta

Utilização Actual

Cultural e recreativa: marco histórico-cultural

Propriedade

Privada: pessoa singular

Afectação

Época Construção

Megalítico

Arquitecto / Construtor / Autor

Desconhecido.

Cronologia

4.000 a.C. - 3.000 a.C., meados - geralmente atribuída ao megalítico eborense.

Dados Técnicos

Paredes autoportantes

Materiais

Granito

Bibliografia

LEISNER, Georg e LEISNER, Vera, Die Megaligraber der Iberischen Halbinsel I - Der Westen, in Madrider Forschungen, I, 1, Madrid, 1956.

Documentação Gráfica

Documentação Fotográfica

Documentação Administrativa

IHRU: DGEMN/DSID

Intervenção Realizada

C. 20 m2

Observações

*1 - DOF... Anta da Vila de Arraiolos.

Autor e Data

Manuel Branco e Castro Nunes 1994

Actualização

 
 
 
Termos e Condições de Utilização dos Conteúdos SIPA
 
 
Registo| Login