Menir de São Bartolomeu do Mar

IPA.00001100
Portugal, Braga, Esposende, União das freguesias de Belinho e Mar
 
Menir, que juntamente com os de Luzim (Penafiel), São Paio de Antas (Esposende) e Bouça (Mirandela), é o quarto monumento deste tipo conhecido no território português a Norte do Douro. Não tem carácter fálico e Vitor Oliveira Jorge, et alii 1986 / 19, levantam a hipótese de se estar perante um exemplar de transição entre o menir e a estátua-menir, tendo em conta que ele sugere um certo antropomorfismo.
Número IPA Antigo: PT010306110008
 
Registo visualizado 170 vezes desde 27 Julho de 2011
 
   
   

Registo

 
Edifício e estrutura  Estrutura  Religioso  Menir    

Descrição

Monólito em granito de grão médio a grosso, com muitos cristais de quartzo. Mede 2,10 m de altura acima do solo, apresentando-se mais espesso na base; tem uma secção triangular ou sub-triangular, encontrando-se truncado no topo. As espessuras máximas são, na base, de c. 72 cm; na parte média, de c. 60 cm; e na extremidade superior, de c. 40 cm. É sub-divisivel em três faces, a principal das quais parece ser a que se encontra genéricamente virada a S. Visto desta face tem um certo aspecto antropomórfico que lhe é conferido pelo estrangulamento, quase em quarto de círculo, de ambos os lados do topo. Esta face apresenta oito covinhas, agrupadas em conjuntos de duas, numa posição central, e dispostas segundo o eixo maior vertical; além delas, a mesma face é ainda bordejada por três covinhas situadas à esquerda do observador, aparentemente centradas, e uma quarta, à direita, alinhada pela covinha central da periferia esquerda (numa disposição simétrica). As fossetes desta face são as mais largas e profundas das que se observam no monólito, num total de 19. As covinhas restantes encontram-se distribuídas pela face NO em número de cinco, e pela face NE, em número de duas.

Acessos

EN 13 (Esposende - Viana do Castelo), lug. de S. Bartolomeu do Mar, sítio da Igreja Nova; Fl. 54

Protecção

Categoria: IIP - Imóvel de Interesse Público, Decreto nº 26-A/92, DR, 1ª Série, nº 126 de 01 junho 1992

Enquadramento

Rural, em terreno plano, no interior de um campo de milho nas proximidades da Igreja nova de São Bartolomeu do Mar. A linha de costa encontra-se a c. de 750 m para O.

Descrição Complementar

Utilização Inicial

Religiosa: menir

Utilização Actual

Cultural e recreativa: marco histórico-cultural

Propriedade

Privada: pessoa singular

Afectação

Sem afectação

Época Construção

Megalítico

Arquitecto / Construtor / Autor

Desconhecido.

Cronologia

3000 a.C. - 2000 a.C. - construção do menir.

Dados Técnicos

Monólito em granito

Materiais

Granito de grão médio a grosso, com muitos cristais de quartzo

Bibliografia

Património Arquitectónico e Arqueológico Classificado, Inventário, Lisboa, 1993, vol. II, Distrito de Braga, p. 40; JORGE, Vitor Oliveira, BAPTISTA, António Martinho, GONÇALVES, António A. H. Bacelar, Menir de S. Bartolomeu do Mar (Esposende), Boletim Cultural de Esposende, 9 - 10, 1986, p. 13 - 20; PEIXOTO, António Maranhão, SOARES, Franquelim Neiva, MACHADO, Jaime Cepa, AZEVEDO, Manuel Sampaio, CAPITÃO, Orlando Martins, CEPA, Paula Cristina, Memórias de São Bartolomeu do Mar, Geografia, Cadastro, Toponímia e Património, II Volume, Centro Social da Juventude de Mar, São Bartolomeu do Mar, 2005.

Documentação Gráfica

Documentação Fotográfica

Documentação Administrativa

DGEMN: DSID

Intervenção Realizada

Observações

O monumento é designado localmente como o "Padrão" ou "Pedrão"; segundo a tradição local, o mar veio aqui e deitou o monólito ao alto, e se for deitado abaixo, o mar torna outra vez aqui.

Autor e Data

Isabel Sereno / Paulo Dordio 1994

Actualização

 
 
 
Termos e Condições de Utilização dos Conteúdos SIPA
 
 
Registo| Login