Hospital Monteiro Bastos / Centro de Férias e Actividades da UPAJ / Centro de Dia de Vila Nova do Ceira

IPA.00010894
Portugal, Coimbra, Góis, Vila Nova do Ceira
 
Arquitectura civil, modernista. Edifício integrável na arquitectura do Estado Novo, corrente em meados do séc. 20.
Número IPA Antigo: PT020606050016
 
Registo visualizado 295 vezes desde 27 Julho de 2011
 
   
   

Registo

 
Edifício e estrutura  Edifício  Saúde  Hospital  Hospital de Confraria / Irmandade  Misericórdia

Descrição

Planta longitudinal, composta, em T, irregular; volumes articulados, disposição horizontal das massas; cobertura diferenciada em telhados de três e quatro águas; fachada principal a NO., formada por dois corpos articulados em ângulo recto, de dois registos, apresenta vãos rectangulares integrados em galeria de cinco vãos à esquerda e 6 à direita, entre pilares, com grelha quebra-luz de perfil arredondado no ponto de encontro dos dois corpos. INTERIOR: organizado em função do corredor central, ao longo do qual se abrem as portas das várias dependências, quartos e serviços de apoio.

Acessos

Lugar do Caracol

Protecção

Inexistente

Enquadramento

Peri-urbano, implantação harmónica, a meia-encosta junto ao rio Ceira, dotado de vasto terreiro, situado em plano inferior à estrada que lhe passa próximo e confinante com outros imóveis isolados da SCMG.

Descrição Complementar

Utilização Inicial

Saúde: hospital de confraria / irmandade

Utilização Actual

Assistencial: centro de dia

Propriedade

Privada: Santa Casa da Misericórdia

Afectação

Sem afectação

Época Construção

Séc. 20

Arquitecto / Construtor / Autor

Desconhecido

Cronologia

1915 - Construção do Hospital pelo comendador Joaquim Marques Monteiro Bastos; 1915, 13 de Maio - por escritura pública é doado à Misericórdia de Góis; 1916, 12 de Março - inauguração, recebendo o seu primeiro utente no dia 20 de Março do mesmo ano; séc.20 - remodelação e provável ampliação do edifício com a construção do corpo S., perpendicularmente ao existente que recebe então a galeria frontal e passa a funcionar como centro de férias da U.P.A.J., depois da desactivação do hospital; 1989 - reactivada a Irmandade da S.C.M.G., 2 anos antes, surge a instalação do Centro de Dia de Vila Nova do Ceira; 2000 - aberto apenas o r/c por falta de condições de segurança devido ao mau estado geral de conservação do imóvel no 1.º andar.*1

Dados Técnicos

Sistema estrutural de paredes portantes, estrutura mista.

Materiais

Alvenaria de tijolo, betão, madeira, ferro, telha.

Bibliografia

Santa Casa da Misericórdia de Góis, Góis, 1996.

Documentação Gráfica

IHRU: DGEMN/DSID

Documentação Fotográfica

IHRU: DGEMN/DSID

Documentação Administrativa

Intervenção Realizada

SCMG: década de 1990 - instalação de manilhas para eliminação das águas acumuladas no terreno de implantação, designadamente na parte posterior, chegada ao rio.

Observações

*1 - Estão previstas obras de recuperação total do imóvel, que deverão ser realizadas assim que houver suporte financeiro.

Autor e Data

Francisco Jesus 2000

Actualização

 
 
 
Termos e Condições de Utilização dos Conteúdos SIPA
 
 
Registo| Login