Parque do Santuário de Nossa Senhora da Encarnação

IPA.00010390
Portugal, Leiria, Leiria, União das freguesias de Leiria, Pousos, Barreira e Cortes
 
Santuário, enquanto paisagem simbólica religiosa; engloba ermida, antiga Casa do Cabido e escadório monumental. A beleza deste santuário é completada pelo diverso arvoredo que existe à sua volta e a vista sobre a cidade que se pode apreciar a partir daqui é uma experiência única.
Número IPA Antigo: PT021009120061
 
Registo visualizado 279 vezes desde 27 Julho de 2011
 
   
   

Registo

 
Espaço verde  Parque        

Descrição

Conjunto constituido pela colina onde se situa a Ermida a que se tem acesso através de um imponemte escadório que rasga toda a encosta O., criando lateralmente alguns terraços. A encosta N. e E. apresenta espaços de repouso e a S. foi construída a antiga casa do Cabido. A vegetação é constituída essencialmente por pinheiros e arbustos de pequeno porte, e a herbáceas que revestem o solo. A colina foi aberta no sentido N. / S. por uma estrada para acesso automóvel à ermida; esta estrada é contornada em toda a sua extensão por cerca em buxo.

Acessos

Rua de Nossa Senhora da Encarnação

Protecção

Incluído na Zona de Proteção do Santuário de Nossa Senhora da Encarnação (v. PT021009120004)

Enquadramento

Destacado, isolado. Colina fronteira ao Castelo de Leiria (v. PT021009120002), dominando toda a cidade, é também chamada de São Gabriel; no topo foi erguida a Ermida de Nossa Senhora da Encarnação, à qual se acede por escadório monumental.

Descrição Complementar

Diz a lenda que, em 11 de Julho de 1588, uma inválida de nome Susana Dias, foi levada àquela capela, onde iam à missa os Marqueses de Vila Real e muito povo no altar de N.S. da Encarnação. No momento da Elevação a jovem sentiu-se pressionada por algo indefinível e levantou-se e começou a andar. Este acontecimento veio renovar a fé em N.ª Sr.ª da Encarnação, o que levaria à construção de uma nova igreja. É um santuário pequeno, com um corpo revestido a azulejos policromos de padrão seiscentista e pinturas votivas à Virgem e a S.Gabriel, feitos em pedra e colocados sobre a porta principal. No exterior a igreja foi dotada de um alpendre simples. O bispo D.Fr. Miguel de Bulhões e Sousa mandou construir uma monumental escadaria, de 162 degraus, que lhe dá um aspecto imponente.

Utilização Inicial

Recreativa: parque

Utilização Actual

Recreativa: parque

Propriedade

Privada: Igreja Católica (Diocese de Leiria - Fátima)

Afectação

Sem afetação

Época Construção

Séc. 15 / 18 / 20

Arquitecto / Construtor / Autor

Desconhecido.

Cronologia

Sé, 18 - data do escadório, mandado construir por Frei Miguel de Bulhões;

Dados Técnicos

Materiais

Inertes: alvenaria, calçada (pavimento); Vivos: árvores, sebes

Bibliografia

LARCHER, Tito, Memórias sobre o Templo e Culto de Nossa Senhora da Encarnação Padroeira de Leiria, Leiria, 1904; ZÚQUETE, Afonso, Monografia de Leiria, A Cidade e o Concelho - 1950, Leiria, 2003; http://www.rt-leiriafatima.pt/linteresse.php?lang=PT, 23/01/2006

Documentação Gráfica

Documentação Fotográfica

IHRU: DGEMN/DSID

Documentação Administrativa

Intervenção Realizada

2005 / 2006: tratamento da envolvente na zona da ermida (obras em curso).

Observações

EM ESTUDO.

Autor e Data

Cecília Matias 2006

Actualização

 
 
 
Termos e Condições de Utilização dos Conteúdos SIPA
 
 
Registo| Login